Geografia para Quem?

Geografia para Quem?
29/05/2017


     Durante todo o ano de 2016 e início do ano de 2017 diferentes debates e ações se realizaram pelos “corredores” da Geografia em Mato Grosso problematizando a atual conjuntura política, econômica e social do país.

     Muitos estudantes, professores e geógrafos que atuam nas mais diferentes instituições vivenciaram e vivenciam profundamente o atual processo de reestruturação do Capital e aprofundamento do neoliberalismo no Brasil.

     Experiências que vão desde as ocupações das escolas e universidades como enfrentamento aos projetos de radicalização da privatização e perda da qualidade e do direito ao acesso à educação; embates nos processos de reestruturações curriculares e re-regulamentações nas escolas e universidades que ampliam cada vez mais o controle sobre a produção acadêmica e cerceiam o pensamento liberto e a prática educativa criativa; implantações de novas (velhas) políticas, programas e legislações ambientais que dissociam (e flexibilizam) as relações entre as diferentes possibilidades de manutenção da natureza, sua exploração e o acesso à terra para a produção de alimentos evidenciando o caráter rentista da terra e a produção ampliada de valoração da natureza; aprofundamento e ampliação da violência no campo frente aos grandes projetos de reestruturação do capital (seja no setor de energia, mineração ou agropecuário) que cada vez mais expropriam os pobres no campo; enraizamento da especulação imobiliária nos diferentes projetos habitacionais e enfim a perda de direitos sociais no que diz respeito à saúde, educação e o trabalho...

     Todas estas relações sociais envolvidas produzem processos de espacialização que aprofundam a desigualdade e ao mesmo tempo processos que reclamam a apropriação espacial como condição necessária para a realização de outras possibilidades de trabalho e vida.


     Frente a este quadro um grito não pode ser calado: Geografia para quem?


     Preocupar-se com o processo de formação do Geógrafo e sua utilidade (ou finalidade, ou fim da Geografia) ampliam-se frente ao questionamento dos rumos sociais e humanos da produção geográfica concreta (dos espaços produzidos e não apenas das análises sobre os processos de espacialização).

     Esta é a tônica deste dia do Geógrafo, que nasce junto ao Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (29/05/1936) fortalecendo sua aliança como profissional do Estado, mas alcança a possibilidade de questionar-se como homem de Estado e situar-se no debate sobre para quem, ou melhor, para qual o projeto de humanidade a Geografia tem contribuído em seu estabelecimento. Neste sentido reitera-se uma questão fundamental: fomos capazes de discutir criticamente a Geografia produzida no Brasil e transformar a Geografia do Estado

Nação em uma Geografia que reconheça a luta de classes e questione a produção desigual do espaço? O que permanece e o que se modifica em sua relação com o Estado, com o Mercado e com a Sociedade desde a consolidação da Geografia como ciência disciplinar?

Associação dos Geógrafos Brasileiros – Seção Cuiabá, Maio de 2017 

Copie e cole o link para download do folder: https://goo.gl/01OqXr



Consulta sobre a medida provisória do Ensino Médio



                     Aos associados e colaboradores em geral da AGB Seção Local Cuiabá, informamos que o senado abriu consulta sobre a medida provisória do Ensino Médio  que regulamenta o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação, e dá outras providências. Tal consulta possibilita manifestar o interesse, podendo votar contra ou a favor.

Para votar, acesse o link logo abaixo

http://www12.senado.leg.br/ecidadania/visualizacaomateria?id=126992



Diretoria AGB-Cuiabá

Gestão “Pedras e sonhos são nossas únicas armas”
Biênio 2014 - 2016

http://agbcuiaba.blogspot.com.br/

Debate "O Ensino da Geografia frente aos desafios da reestruturação curricular e da escola sem partido"

A AGB Cuiabá promoverá o debate sobre "O Ensino da Geografia frente aos desafios da reestruturação curricular e da escola sem partido", nos dias 26 e 27 de Setembro de 2016 das 14:00 as 17:30, durante a semana da Geografia e convida a todos a participarem. 

Ementa:

Tendo em vista que a consolidação da Ciência Geográfica no final do século XIX orientou uma geografia escolar à construção de uma identidade nacional e territorial fortemente consolidada pela funcionalidade positivista de organização espacial para o aumento da produtividade do capitalismo, questiona-se: fomos capazes de discutir criticamente a Geografia escolar nos últimos anos e transformar a Geografia do Estado Nação em uma Geografia que reconheça a luta de classes e questione a produção desigual do espaço?
          Para responder a estas questões é fundamental analisar a política nacional e internacional que determinam os projetos para a Educação, compreendendo a escola existente, para quem serve e para quê. Neste momento histórico premente debater criticamente o projeto de Educação das reformas políticas educacionais, ressaltando a recente Medida Provisória (MP) 746/2016 e o Projeto de Lei 867/2015,  bem como o sentido das universidades públicas no Brasil e a formação do professor de Geografia.

JUSTIFICATIVA
          A Geografia Brasileira neste momento necessita olhar para sua produção intelectual e compreender qual a Geografia concebida academicamente e de onde vem sua orientação política, para que sejamos capazes analisar os limites e as possibilidades da Geografia Escolar apreendida nacionalmente.
          Neste sentido, não podemos nos furtar da discussão sobre o “papel e atuação” do Geógrafo na análise e transformação da realidade sócio espacial contemporânea. O que permanece e o que se modifica em sua relação com o Estado e o Mercado desde a consolidação da Geografia como ciência disciplinar? Para compreender este papel (o que se realiza, o que desejamos e pelo que podemos lutar) é preciso que se discuta as origens e desdobramentos dos processos de cisão na formação do Geógrafo Bacharel e do Geógrafo Licenciado mediante o projeto de Educação Universitária no Brasil.
          Por fim, discutir profundamente o que significa ensinar Geografia no momento histórico presente? Qual é o sentido da fusão entre o ensino de Geografia ao ensino das Humanidades em um contexto de esvaziamento teórico e político da Educação Brasileira? Este debate sugere avaliar os desafios e limites para prática docente mediante os impactos das políticas educacionais principalmente sobre as Ciências Humanas e o Currículo dos Ensinos em nível Fundamental e Médio 4

CONVOCATÓRIA



                  
       Aos associados, interessados e colaboradores em geral da AGB Seção Local Cuiabá, faz-se circular esta convocação para Assembleia Geral da Associação dos Geógrafos Brasileiros - Seção Local Cuiabá, a realizar-se no dia 29 de Agosto de 2016 as 18:00 horas no Laboratório de Geografia Física - LAGEF (no corredor do Laboratório de Cartografia ) do Instituto de Geografia, História e Documentação – IGHD, da Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT, em Cuiabá. Com as seguintes pautas.

1 - XIX Semana da Geografia

2 - Escolha do próximo delegado da RGC 

Sem mais;
Pedimos e guardamos a participação de todos os evolvidos para debatermos sobre os assuntos em questão. A construção politica da AGB é responsabilidade de todos. Juntos por uma seção local participativa e atuante.

Diretoria AGB-Cuiabá

Gestão “Pedras e sonhos são nossas únicas armas”
Biênio 2014 - 2016

http://agbcuiaba.blogspot.com.br/

Site da Semana de Geografia‏






A AGB seção local Cuiabá vem por meio desta convidar os  associados, e interessados a prestigiar e participar do evento "XIX Semana de geografia UFMT - Geografia UFMT 50 anos"‏  que acontecerá entre os dias 26/09 a 01/10. 


O período para envio de trabalhos vai até o dia 04 de setembro . Ressaltamos ainda que associados AGB possuem desconto na inscrição do evento.

Para maiores informações acesse o site do evento

https://semanadegeografia2016.blogspot.com.br/




CONVOCATÓRIA




Aos associados, interessados e colaboradores em geral da AGB Seção Local Cuiabá, faz-se circular esta convocação para Assembleia Geral da Associação dos Geógrafos Brasileiros - Seção Local Cuiabá, a realizar-se no dia 8 de Agosto de 2016 as 18:00 horas no Laboratório de Geografia Física - LAGEF (no corredor do Laboratório de Cartografia ) do Instituto de Geografia, História e Documentação – IGHD, da Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT, em Cuiabá. Com as seguintes pautas.
1. Panorama da participação dos delegados na RGC (São Luís)
2. Considerações sobre a construção politica do XVIII Encontro Nacional de Geógrafos
3. Participação da monitoria durante o XVIII Encontro Nacional de Geógrafos
4. Prestação de Contas
5. Proposta de pauta
Sem mais;
Pedimos e guardamos a participação de todos os evolvidos para debatermos sobre os assuntos em questão. A construção politica da AGB é responsabilidade de todos. Juntos por uma seção local participativa e atuante.

Diretoria AGB-Cuiabá

Gestão “Pedras e sonhos são nossas únicas armas”
Biênio 2014 - 2016
http://agbcuiaba.blogspot.com.br/

CONVOCATÓRIA

                           

                   Aos associados e colaboradores em geral da AGB Seção Local Cuiabá, faz-se circular esta convocação para Assembleia Geral da Associação dos Geógrafos Brasileiros - Seção Local Cuiabá, a realizar-se no dia 20 de Julho de 2016 as 16:00 horas no Laboratório de Geografia Física - LAGEF (no corredor do Laboratório de Cartografia ) do do ICHS - Instituto de Geografia, História e Documentação – IGHD, da Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT, em Cuiabá. Com as seguintes pautas.

1. Escolha dos Delegados 

2. Encontro Nacional de Geógrafos - ENG

3. Prestação de Contas




Sem mais;
Aguardamos a todos na assembleia

Diretoria AGB-Cuiabá

Gestão “Pedras e sonhos são nossas únicas armas”
Biênio 2014 - 2016
http://agbcuiaba.blogspot.com.br/

III AGB Debate




Bom dia

A AGB Cuiabá nos dias 14 e 15 de Julho realizará o III AGB Debate e discutirá o Encontro Nacional de Geógrafos - ENG 2016, que terá como tema "A construção do Brasil: geografia, ação política e democracia" O evento será realizado no Instituto de Geografia, História e Documentação - IGHD da Universidade Federal de Mato Grosso. As inscrições são GRATUITAS e podem ser feitas no link abaixo:

https://docs.google.com/forms/d/1R3Yf_qaDCcq4iAeqd7YuB3v3XC5UTfIX_LljQsTvwK0/viewform?edit_requested=true



Diretoria AGB-Cuiabá Gestão “Pedras e sonhos são nossas únicas armas” Biênio 2014 - 2016


                        
               Aos associados e colaboradores em geral da AGB Seção Local Cuiabá, faz-se circular esta convocação para Assembleia Geral da Associação dos Geógrafos Brasileiros - Seção Local Cuiabá, a realizar-se no dia 15 de Fevereiro de 2016, as 17:30 horas no Saguão do ICHS - Instituto de Ciências Humanas e Sociais – ICHS, da Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT, em Cuiabá. Com as seguintes pautas.

As pautas então são: 
1. Informes
2. Encontro Nacional dos Geógrafos - ENG 2016
3. Escolha do Delegado para a próxima 



Sem mais;
Aguardamos a todos na assembleia 
Diretoria AGB-Cuiabá 
Gestão “Pedras e sonhos são nossas únicas armas” 
Biênio 2014 - 2016

Associação AGB 2016


Atenção Geógrafos e AGBeanos !!!


Está aberto o período de associações à AGB - Seção Cuiabá/2016


A AGB é uma entidade civil, sem fins lucrativos, que reúne geógrafos, professores e estudantes de Geografia preocupados com a promoção do conhecimento científico, filosófico, ético, político e técnico da Geografia para que se possa oferecer à crítica da sociedade uma abordagem geograficamente consistente dos seus/nossos problemas, com o intuito de aperfeiçoar do debate científico da Geografia e que se interessam pelo desenvolvimento de alternativas e iniciativas de promoção do bem-estar social.


Na oportunidade, convidamos os associados ao pagamento da anuidade 2016 bem como estender o convite aos demais geógrafos a associar-se nesta entidade de classe



VALORES DE ASSOCIAÇÃO PARA O ANO 2016
PROFISSIONAIS
ESTUDANTES (Graduação e Pós)
R$ 90,00
R$ 45,00


                A associação pode ser feita todos em horário comercial na sala do LAGEF no ICHS - UFMT, Campus Cuiabá. Procurar por Rodrigo Takata. Mais informações no site: http://agbcuiaba.blogspot.com.br/ - aba "Como se associar". Pelo facebook: AGB-Cuiabá/MT, ou no e-mail agbcuiaba@gmail.com.


Diretoria AGB-Cuiabá 
Gestão “Pedras e sonhos são nossas únicas armas” 
Biênio 2014 - 2016